Artigos Blog



Como fazer a gestão de vulnerabilidade em TI?

Como fazer a gestão de vulnerabilidade em TI? Veja 6 dicas

Especialista no tema alerta riscos que empresas correm e como se resguardar

Faturar bitcoins, vender dados e até mesmo realizar pagamentos, ou transferências, usando o ERP das empresas são alguns dos métodos habilidosos de invasão promovidas por hackers atualmente. A periculosidade cresce se pensar que tais ações contra a organização podem ser feitas por qualquer agente, seja um estranho ou até mesmo um colaborador mal-intencionado.

Marco Ribeiro, líder da prática de gestão de risco de TI da consultoria Protiviti, explica que a situação é preocupante porque as motivações de ciberataques deixaram de ser apenas para ganhos financeiros para também prover danos físicos. Para alertar as empresas sobre os riscos de TI na identificação e correção de ataques por meio de uma auditoria baseada na gestão de vulnerabilidade, o executivo listou seis passos:

1. Mapear
A primeira medida preventiva é mapear a estrutura organizacional da empresa com atenção total para área de TI. O primordial nessa fase inicial é saber os motivos pelos quais os executivos acionam a área e conhecer todos os colaboradores e fornecedores, que têm passagens livres nos sistemas da companhia.

2. Raio X da segurança 
Tendo este mapeamento em mãos, a segunda dica é saber como são executadas as atividades em Segurança da Informação. É pertinente nesse momento averiguar quais ações são inseridas nos processos de negócios da empesa.

3. Mensurar riscos
O terceiro passo é verificar se os riscos são medidos de acordo com o impacto ao negócio. E, principalmente, se há uma área da companhia dedicada à gestão de riscos.

4. Serviços definidos e catalogados
Aqui, é preciso apurar os serviços fornecidos pela TI e SI estão definidos e catalogados, assim como, se estão estabelecidos por meio de processos e procedimentos. Um adendo importante nesse estágio é saber se os controles são monitorados e se os eventuais incidentes são reportados aos responsáveis.

5. Você entende as vulnerabilidades?
Compreender as vulnerabilidades e os riscos que passam no ambiente de TI da empresa é fundamental. De que forma a infraestrutura, os sistemas e as informações são protegidas? Há rotina de testes técnicos e de seus controles na operação de TI? São as duas indagações-chave a serem feitas.

6. Como reportar os riscos ao board
Nesse caso, a consultoria orienta três ações básicas: consolidar as vulnerabilidades em riscos relacionados a TI; associar quais riscos estão ligados às demandas de negócios e operacionais; e manter um dashboard periódico com riscos e planos de mitigação.

Fonte: http://www.itforum365.com.br/seguranca/ameacas/como-fazer-a-gestao-de-vulnerabilidade-em-ti-veja-6-dicas





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros

Av. Dom João VI, 11, Edf. Seta Empresarial, 2º Andar, Brotas | Cep: 40.285-000 | Salvador - Bahia - Brasil
Tel.: 71 3018-7381 / 3018-7381 www.xlogic.com.br - sac@xlogic.com.br

XLOGIC. © 2019. Todos os direitos reservados.