Artigos Blog



COVID-19

A nova ameaça à cibersegurança.

Em meio ao caos instalado no mundo inteiro que teve inicio em dezembro de 2019, trouxe contigo impactos em diversos setores: econômicos, financeiros, saúde entre outros. Em meio a este acontecimento , uma série de ataques de phishing* – uma isca para coletar informações do usuário ou levando para páginas falsas com a promessa de levar informações sobre o o COVID-19.

Os ataques de phishing que buscam explorar os temores do público inclusive sobre o vírus às vezes mortal.

Como funciona? Os cibercriminosos enviam e-mails dizendo ser de organizações legítimas com informações sobre o coronavírus.

As mensagens de email podem solicitar que você abra um anexo para ver as estatísticas mais recentes. Se você clicar no anexo ou no link incorporado, é provável que faça o download de software malicioso no seu dispositivo.

O software malicioso – malware, abreviado – pode permitir que os cibercriminosos assumam o controle do seu computador, registrem as teclas digitadas ou acessem suas informações pessoais e dados financeiros, o que pode levar ao roubo de identidade.

Dicas para reconhecer e evitar e-mails de phishing.

Aqui estão algumas maneiras de reconhecer e evitar e-mails de phishing sobre o coronavírus.

Como outros tipos de e-mails de phishing, as mensagens geralmente tentam convencê-lo a clicar em um link ou a fornecer informações pessoais que podem ser usadas para cometer fraude ou roubo de identidade. Aqui estão algumas dicas para evitar ser enganado.

Cuidado com solicitações on-line de informações pessoais. Um e-mail com tema de coronavírus que busca informações pessoais como seu cpf, dados pessoais ou informações de login é uma fraude de phishing. Agências governamentais legítimas não solicitarão essas informações. Nunca responda ao e-mail com seus dados pessoais.

Verifique o endereço de e-mail ou o link. Você pode inspecionar um link, passando o botão do mouse sobre o URL para ver aonde ele leva. Às vezes, é óbvio que o endereço da web não é legítimo. Mas lembre-se de que phishers podem criar links que se assemelham a endereços legítimos. Exclua o e-mail.

Cuidado com erros ortográficos e gramaticais. Se um e-mail incluir erros de ortografia, pontuação e gramática, é provável que você tenha recebido um e-mail de phishing. Delete isso.

Procure por cumprimentos genéricos. É improvável que os e-mails de phishing usem seu nome. Saudações como “Prezado senhor ou senhora” sinalizam que um e-mail não é legítimo.

Evite e-mails que insistem em agir agora. Os e-mails de phishing geralmente tentam criar um senso de urgência ou exigir ação imediata. O objetivo é fazer com que você clique em um link e forneça informações pessoais – agora mesmo. Em vez disso, exclua a mensagem.

Da mesma forma que devemos ter o cuidado com os e-mail, vamos buscar fontes de noticias confiáveis, sites que tenham autoridade sobre o assunto em questão, um outro aspecto que devemos sempre nos preocupar com as imagens/vídeos e links que são enviados pelos aplicativos de chats online, exemplo: whatsapp, telegram, webmessenger entre outros.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros

Av. Dom João VI, 11, Edf. Seta Empresarial, 2º Andar, Brotas | Cep: 40.285-000 | Salvador - Bahia - Brasil
Tel.: 71 3018-7381 / 3018-7381 www.xlogic.com.br - sac@xlogic.com.br

XLOGIC. © 2020. Todos os direitos reservados.